Ir para o conteúdo
Noticia Arquivada

Chefe da Casa Civil se reúne com presidente da Cearáportos e representantes do Porto de Rotterdam

Atuação integrada afim de atrair investimentos e desenvolvimento econômico para o Estado, esse é o objetivo do plano que está sendo elaborado pelo Porto de Rotterdam para o Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP). A estratégia de trabalho foi apresentada  na tarde desta sexta-feira (20) para o chefe da Casa Civil, Alexandre Landim  que reforçou a importância do novo modelo de governança. “Eu dou total apoio para colocar em pratica este trabalho que será tão importante para o Governo do Estado”, disse.

 

Durante a explanação, Duna Uribe e Carlos Zepeda, representantes internacionais do Porto de Rotterdam, mostraram as sugestões elaboradas e o que já está sendo realizado para que o Porto do Pecém se torne uma das maiores fontes de renda no Ceará. “De acordo com nossos estudos, Pecém tem a capacidade de, em 15 anos, movimentar de 40 a 80 milhões de toneladas em mercadorias, mas as mudanças precisam começar agora”, declarou Uribe.

 

A representante enfatizou que um dos pressupostos para realizarem a consultoria em um determinado porto é o interesse da gestão,e eles viram isso na Cearáportos e no Governo do Estado. “Contamos com o apoio do Governador, Camilo Santana, e estamos dispostos a colocar as estratégias sugeridas em pratica para vermos esses resultados em breve”, declarou o presidente da Cearáportos, Danilo Serpa.

 

Também participaram da reunião o Secretário de Infraestrutura, André Facó, a Secretária de Desenvolvimento Econômico, Nicolle Barbosa, e o procurador Marcus Rattacaso, o representante no Brasil do Porto de Rotterdam, Peter Lugthart . O grupo assistiu à apresentação e deu sugestões para o que o projeto seja moldado, ainda mais, de acordo com a realidade do Estado. “O que devemos entender é que este é apenas o começo. São planos que serão implementados, trazendo mais negócios e desenvolvimento econômico, através da geração de emprego e renda para o Ceará”, declarou o secretário de infraestrutura.

 

Uribe enfatizou a importância de se estabelecer um trabalho em sinergia. “Vocês possuem a infraestrutura adequada, agora é só mudar o modelo de trabalho. Porto, ZPE e Area industrial devem caminhar juntos para fortalecer o CIPP“, finalizou.

 

 

 

Porto do Pecém

 

Funcionando desde o ano de 2002, o Porto do Pecém é um Porto off-shore, ou longe da costa do mar, possui uma profundidade natural de até 18 metros, assim tendo a capacidade de receber grandes embarcações. Localizado fora dos centros urbanos e dentro do Complexo Industrial, o Porto conta com uma Zona de Processamento de Exportação (ZPE) em pleno funcionamento, além de uma vasta área para a instalação de novas indústrias.

 

Atualmente, Pecém passa pela sua segunda expansão, que abrange três novos berços, uma nova ponte de acesso, uma correia transportadora Exclusiva para minério de ferro e a engorda do quebra-mar. Após a finalização, o Porto cearense terá a capacidade de movimentar até 750 mil TEU’s ao ano.

 

 

Luiza Dantas
(85) 33721795 | 98944.2841
Assessoria de Imprensa da Cearáportos
luiza.dantas@cearaportos.ce.gov.br