Ir para o conteúdo
Noticia Arquivada

Estacas de concreto da ponte de acesso ao TMUT começam a ser instaladas no Pecém

As obras de ampliação do quebra-mar do Terminal Portuário do Pecém, em mais 1.000 metros, já registra 180 metros de extensão, segundo levantamentos da Companhia de Integração Portuária do Ceará (Cearáportos), órgão vinculado à Seinfra. O quebra-mar integra as obras de implantação do Terminal de Múltiplo Uso (TMUT) do Pecém, um terminal especializado para a movimentação de contêineres, que terá dois berços de atracação voltados a atender aos modernos navios porta-conteineres frigoríficos. Assim, a capacidade estimada de movimentação de contêineres será ampliada dos atuais 250 mil TEUS/ano para 760 mil anuais. Com a ampliação, a estrutura passará a ter 2.700 metros de extensão. O TMUT deverá ficar pronto até 2010. A obra está sendo construída pelo consórcio Marquise/Ivaí.

 

Segundo Luiz Hernani, diretor de Implantação e Expansão da Cearáportos, duas estacadas de concreto para a construção da ponte de acesso ao Terminal já foram cravadas e aguardam a implantação das camisas de proteção. Equipamentos especiais montados no local realizam esses trabalhos.

 

As obras constam ainda da construção de dois berços de atracação contínuos, com extensão total de 760 metros de comprimento, sendo 700,00 metros de cais acostável visando acomodar navios contêineres de última geração; e implantação de linha de guindastes para descarregamento e carregamento de contêineres; retroárea para pátio de estocagem com cerca de 87.400 metros quadrados. A obra demandará recursos da ordem de R$ 313,7 milhões e as 996 camisas metálicas de revestimento das estacas R$ 36,7 milhões.

 

O Terminal do Pecém, desde o início de suas operações, tem utilizado os dois berços de atracações do Terminal de Granéis Sólidos e Produtos Siderúrgicos, em caráter provisório, para movimentação de cargas múltiplas, resultando em expressivo aumento do total de cargas movimentadas, daí a necessidade de um terminal exclusivo para este tipo de carga.

Está prevista ainda a ampliação da ponte que dá acesso ao terminal, em 363 metros de extensão, com pista dupla, passeio, guarda-rodas e sistema de iluminação; instalação de energia elétrica, abrangendo geração de energia, alimentadores, subestação, distribuição de media tensão e baixa tensão, tomadas, para contêineres frigorificados, água tratada, telefonia, telemática, sistema de combate a incêndio e sistema de controle automatizado das instalações. A ponte passará dos atuais 2.160 metros de cumprimento para 2.523 metros. Está prevista ainda a implantação de edificação para balança rodoviária, prédio de apoio operacional/administrativo, casa de bombas de incêndio, subestação e guarita.

 

Fonte: CearáPortos