Ir para o conteúdo
Noticia Arquivada

Cargo Ventures: projeto maior

Houve uma mudança de rumo no projeto que a norte-americana Cargo Ventures implementará no Complexo Portuário e Industrial do Pecém. Até segunda-feira, 2, estava acertado que a empresa — sócia majoritária e operadora da Zona Franca de Miami — construiria seu empreendimento em um terreno já previamente escolhido por ela. Na terça-feira, Jacob Cedrin, CEO da Cargo Ventures, surpreendeu o governador Cid Gomes e, principalmente, os diretores da Ceará Portos — que administra o porto do Pecém, ao dizer que o projeto incluirá muito mais do que uma estrutura de armazéns frigorificados e alfandegados, o que exigirá um terreno maior, na beira da praia. A Ceará Portos vetou a idéia, ao mesmo tempo em que a Semace o considerou inviável do ponto de vista ambiental. Os atores da negociação jantaram na mesma terça-feira com o governador, quando o assunto fez parte do menu das conversas. Mas na quarta-feira uma proposta do presidente da Adece, Antonio Balhmann, solucionou a questão. O novo terreno de 100 hectares a ser ocupado pela Cargo Ventures fica entre a futura refinaria e a futura siderúrgica. Jacob Cedrin gostou da sugestão de Balhmann e prometeu que, em mais 20 dias, sua equipe técnica readequará o projeto de engenharia à nova área. Para o presidente da Adece, que tem o DNA do otimismo, até 2010 a Cargo Ventures estará implantada e operando no Pecém.

 

(Fonte: Diário do Nordeste – Coluna: Egídio Serpa)